Deixo desde já aqui o meu ultimo comentário relativo aos jogos olimpicos de Pequim, uma vez mais para “criticar os críticos” dos atletas portugueses.

Pelas minhas contas estiveram no total 84 atletas de nacionalidade portuguesa a disputarem os jogos em Pequim, num total de 11.028 que participaram no evento ( distribuidos por 204 paises)

Se fizessemos uma média, cada país deveria levar 54 atletas (11.028 / 204), ora para começar a delegação portuguesa encontra-se acima da média, o que denota um desempenho notável dos nossos atletas para cumprirem os minimos necessários.

Um total de 28 desportos, subdivididos em 302 categorias ( escalões e modalidades).

Portugal terminou em 46º lugar ( recordo de 204 paises no total), entre 87 paises medalhados.Uma vez mais acima da média.

Ficando á frente de paises como Grécia, Suécia, Croácia, Austria, Irlanda, África do Sul entre outros ( notável não é?)

Participando em 16 desportos ( não fiz as contas ás diferentes modalidades e escalões, conseguiram bater 8 recordes nacionais, obter 6 diplomas ( atletas que terminaram entre os 8 primeiros), uma medalha de prata e uma medalha de ouro.

Meus caros criticos, um dos atletas que bateu o Recorde nacional na sua modalidade é Electricista a tempo inteiro e treina a partir das 19 horas!!!

Não faço ideia de como treinam os restantes atletas, nem as condições em que o fazem, até que ponto são incentivados pelo governo ou não, no entanto acho louvável que atletas que treinam ás suas próprias custas, deixando de ter tempo para si ou para a própria familia, consigam alcançar a ida… e saliento a ida , aos jogos olimpicos, porque tem amor ao desporto que praticam, fazem-no por gosto, convicção e força de vontade que só eles sabem o quanto precisam.

Aos criticos dos nossos atletas, voçês não fazem ideia do que é a pressão desportiva, não tem a minima consciencia doque um atleta sofre para poder alcançar um lugar, para poder disputar um lugar entre os melhores do mundo.

O que um atleta passa todos os dias durante o ano, em que voçês não lhe ligam nenhuma e muitas das vezes passam ao lado das noticias quando obtém bons resultados.

Os Srs criticos só dão atenção a estes atletas quando os olhos do mundo estão virados para eles, só quando há alguma projecção mundial, é que se vê alguma euforia, até lá, cada um destes atletas é mais um, apenas mais um.

Acho que já chega a pressão do desporto em si, saber que se está entre os melhores numa modalidade e querer ainda mais ( não acredito que algum dos atletas tenha pensado “fixe já ganhei a viagem a Pequim, agora vou para lá passear), os atletas que tiveram de deixar os seus cursos em suspenso, o seu trabalho…

Não há necessidade de virem com pressões mediáticas para cima de pessoas que mais não querem se não competir e tentar, TENTAR, ser o melhor, sempre dentro das suas limitações e das suas capacidades.

Uma vez mais parabéns aos atletas portugueses que tiveram a felicidade de conseguir alcançar o sonho de participar nos jogos olimpicos.

PARABÉNS!!!

PS  – A todos os atletas para-olimpicos desejo-vos as melhores felicidades, e boa sorte!!!